Olha eu...

Frescos e fofos

De raspão

Dahhh!!!

Pois é....

Regressos

Escuteirices

Teresa

E se eu voltasse a ser me...

As princesas certinhas e ...

Dahhhh...

Para quem pode

Memórias

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

Lilypie 6th to 18th Ticker
Lilypie 6th to 18th Ticker
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

O prometido é devid(r)o

Prometi que voltava.

 

Então o meu fim de semana grande começou na 5ª feira quando fui buscar os Piolhos ao colégio, já com o F. , e rumámos de malas e bagagens ao Alentejo.

Chegámos a casa dos meus pais lá para as 10 e tal. Estavam lá as minhas sobrinhas porque o meu irmão tinha ido a um jantar de negócios que durou até à meia noite e picos. Estava capaz de o esganar! Eu super estafada, com 400 e muitos km em cima, os miudos a tentarem pregar olho sem conseguir e ele nunca mais ia buscar as filhas, que andavam aos pulos e aos saltos, com uma energia que só visto. E ainda por cima enfiou-se num restaurante qualquer sem rede para ter a certeza que ninguem os incomodava...

 

6ª feira

 

Tal como planeado fomos a Badajoz!  Eu é que gosto de ir às compras a Badajoz, e não estamos a falar em caramelos! Aproveitei para comprar o vestido que vou levar ao casamento da minha cunhada mais nova que vai "dar o nó" em Agosto. Pois, eu sei que ainda é cedo, mas já estou descansada´. É que os próximos meses vão ser ocupaditos e é menos uma dor de cabeça para a Miguitas.  

Depois deixo uma foto. Lá para Agosto, lógico...

 

Sábado

 

Aqui é que o assunto começou a "descambar". O Piolhito acordou a meio da noite com dores no ouvido. E eu sem xaropes para lhe dar.. desenrasquei umas metades de comprimidos que a minha mãe lá tinha e o miudo dormiu, mas depois queixou-se do estômago e eu fiquei com remorsos por não ter levado os xaropes.

De manhã fui com ele ao Hospital de Évora, à Urgência Pediátrica, que não aconselho a ninguem!!! Estive mais de duas horas à espera com a triagem feita "às 3 pancadas" por uma enfermeira. E não estou armada em menina fina, frequentadora assidua de clínicas particulares! Nessas duas horas a médica de serviço chamou uma unica criança para ser observada. Estava lá uma senhora de LIsboa que esperou quase 4 horas para ser atendida. Passei-me pois passei! Eu não tinha mais alternativa nenhuma, já que não tinha acesso aos centros de saúde. E fui lá dentro, falar com a médica, perguntar o que se passava, educadamente, para ver se me conseguia explicar o porquê de tanta demora. A resposta foi que tinha dois miudos em observação, e que naquelas duas horas não tinha atendido 1 mas 2 crianças e que pais que não tinham casos urgentes como era o caso podiam bem esperar. Tive vontade de a mandar à m****! Médicas que por acaso até estão a ser pagas com os meus impostos também podem trabalhar!  E não me venham com a história que os alentejanos são lentos, porque EU não sou lenta. Saí dali, furiosa! Felizmente quem tem amigos não morre na cadeia. O Piolhito lá teve direito ao seu antibiótico...

 

Com isto tudo chegámos à hora do almoço e todos os meus planos para sábado super atrasados..

 

 

Não percam a continuação da história no próximo post.

 

Cenas dos próximos capitulos    

Tou...: Não percam a continuação..


4 comentários:
De guguinha a 28 de Abril de 2008 às 23:56
bem podias deixar ver antes o teu vestidinho, é que eu vou a um casório em Junho, e ainda nem sei o que levar... Também não tenho vontade de comprar, pois com esta indecisão de tempo, ainda arrisco a apanhar frio... beijocas, Guguinha


De Migas a 29 de Abril de 2008 às 22:16
Mesmo que quisesse não podia.
Deixei-o em casa da minha mãe... junto com os casacos dos miudos, a minha gabardine e mais não sei o quê que estão a caminho dentro de uma embalagem postal...
O meu forte não é mesmo andar com a casa às costas!


De daplanicie a 29 de Abril de 2008 às 12:46
Porque é que será que aparece sempre qualquer coisa para estragar as alturas que mais desejaríamos que corressem bem? Isto intriga-me, a sério. :-)
Ainda bem que tudo se resolveu. Fico à espera do resto da odisseia alentejana.
Beijinhos


De Migas a 29 de Abril de 2008 às 22:18
Mas eu até já estou habituada!!!
Desde varicela na Serra da Estrela, até amigdalites em Barcelona passando por uma infinidade de constipações, otites e afins... já tive direito a tudo!
Bastava eu sair de casa que um deles ficava doente!
Eu até já andava com a máquina dos aerossóis e um frasco de antibiótico na bagagem!


Comentar post

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


O signo da mamã

Tic Tac

Sala de visitas

Cuscar e espiolhar

 

Online