Olha eu...

Frescos e fofos

De raspão

Dahhh!!!

Pois é....

Regressos

Escuteirices

Teresa

E se eu voltasse a ser me...

As princesas certinhas e ...

Dahhhh...

Para quem pode

Memórias

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

Segunda-feira, 5 de Novembro de 2007

Não! Não sou a única.

Este post começa à moda dos "Chutos". Tal como eles diriam "Não, não sou o único."

Hoje senti que felizmente não sou a única naba das redondezas a não perceber patavina de computadores.

Mas, sinceramente, quando não se percebe certas coisas, que às páginas tantas até nem fazem falta, a coisa vai. Agora quando há um tipo, que por acaso até é o meu médico de família, que não me passa a credencial para um exame porque o computador não conhece o exame... aí eu fico mesmo fula!

Foge!!! Trabalhar com computadores não se resume a carregar no enter, gaita! Deve haver uma teclazita, algures, exactamente do tamanho das outras que dê acesso ao referido exame. Eu aposto que o computador o conhece. Ele é que não conhece o computador!!!

Fiquei pior que estragada. Eh pá fiquei mesmo!

Fomos lá na 6ª feira. Não podia ser. Foi lá o F. hoje, gastou a manhã inteirinha no Centro de Saúde e os exames que o otorrino pediu não vieram todos! E se quisermos, voltamos lá daqui a dois dias, porque amanhã não pode ser. E o pessoal nem trabalha! Acham que eu tenho cara de desocupada ou reformada para passar metade da vida lá no Centro? Eh pá não tenho. É que não tenho mesmo!!! Mas os exames fazem falta. E ainda por cima são para o Piolheco...

Então não é que o meu menino, se calhar, vai ter que ser operado? Se calhar... mas cá para mim vai calhar mesmo. Tadinho do meu menino. Mas também desde Setembro já fez uma amigdalite e duas otites.

Vamos ver... agora o importante é conseguir as credenciais. Ou então pago de uma vez o exame e que se lixe o médico!

(Eu normalmente não falo assim das pessoas, mas hoje estou particularmente furiosa. Nem vos contei o fim de semana... Fica para a próxima!)

 

Tou...: Furiosa


3 comentários:
De Lua de Sol a 6 de Novembro de 2007 às 18:09
Eheh! Ri-me com a forma como contaste a desgraça. Ainda noutro dia li um post de alguém que precisava que o médico lhe passasse um atestado em como estava doente, o médico de família (que nem conhecia, porque não costuma arrastar-se pelo sistema público), e não é que o homem levou dias para a atender?! Nem sei se chegou a tempo, porque só tinha 5 dias para justificar a falta e já ia no 3ª que o médico não a atendia! Pavor! Cada vez que lá tenho que ir pedir um exame também é uma tortura, não pela médica mas pelas marcações! Ufa, a minha ainda não mexe no computador, graças a Deus!
Espero que o piolheco não precise da operação. Se precisar, também há-de correr tudo bem.
Beijocas


De daplanicie a 7 de Novembro de 2007 às 18:51
Deus nos ajude quando precisamos de algo dos hospitais e médicos, se não tivermos dinheiro para irmos a clínicas privadas!!
Beijinhos


De Bunny a 8 de Novembro de 2007 às 15:44
estares em Portugal diz tudo...


Comentar post

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Cuscar e espiolhar