Olha eu...

Frescos e fofos

De raspão

Dahhh!!!

Pois é....

Regressos

Escuteirices

Teresa

E se eu voltasse a ser me...

As princesas certinhas e ...

Dahhhh...

Para quem pode

Memórias

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Mummy

Estive ausente por uns dias, mas por um bom motivo. Tinha cá a minha "mummy". Por isso, amiguinhos, nada de Net, nada de posts... só miminho de mãe, que quem a tem longe como eu precisa de recarregar baterias!

E os piolhos adoraram ter cá a Vó. A que lhe faz as vontades todas (a minha sogra tambem faz, mas à maneira dela), que lhe compra brinquedos só porque sim e que faz ouvidos moucos quando a mãe diz que é melhor não o fazer.

Os meus pais vão de férias no próximo fim de semana. Fizeram 35 anos de casados, e ofereceram a eles mesmos umas férias pelo centro da Europa. É desta que vou deixar de ouvir a minha mãe dizer que "um dia ainda gostava de ir a Viena"...

Mas quem marcou tudo fui eu, aqui na Bimbolândia e, para não arriscar que já tivemos dissabores, ela veio até cá para levantar os vouchers. Sozinha, porque o meu pai tem a empresa quase a entrar de férias e muito trabalho até lá.

Chegou na 6ª de comboio, mas como eu estava a trabalhar ficou lá em casa a arranjar as cortinas da minha sala, que também foi ela que fez.

No sábado reservámos para nós umas horinhas de compras. Demos a volta ao Corte Ingles de Gaia de fio a pavio. Todos os pisos... não ficou um por vasculhar.

Quando eu era solteira, costumávamos fazer muitos programas como este. Ela ia ter comigo a Lisboa, e íamos para a Baixa, ver montras, fazer compras, passar o tempo, estar juntas... No ano anterior ao meu casamento, perdi a conta aos dias que passámos em Lisboa ou em Badajoz... havia muita coisa para comprar, mas ambas sabíamos que estas nossas saídas estavam quase a tornar-se uma raridade. 

Agora são menos (tenho sempre alguma dificuldade em arranjar quem fique com os piolhos só para a mãe ir passear), normalmente têm como destino a R. Sta. Catarina ou algum Shopping, mas são para aproveitar ao máximo.

Os saldos fizeram um jeitaço! A minha mãe comprou coisas mesmo giras para as férias, e como é uma  mãe e pêras, deu-me uma resma de presentes. Comprei trapinhos que chegassem, sempre na base do "deixa tar c'a mãe paga!".

É a forma que ela arranja de me ajudar. Como sabe que quem acabou há meses de construir uma casa não tem lecas de sobra, dá-me estes miminhos. E também me ajuda lá em casa. "Tu já trabalhaste o dia todo. Aproveita que eu cá estou e descansa!" 

Fui hoje levá-la ao comboio novamente.

Despedi-me com um sorriso e um "Divirtam-se! Aproveitem bem as férias!" Mas fiquei com o coração pequenino. Primeiro porque eles vão para longe e depois porque só os vou voltar a ver quase daqui a um mês.

Maldita distância.... 

 

 

 

 

 

Tou...: Chiuf!Chiuf!
tags: ,


1 comentário:
De daplanicie a 26 de Julho de 2007 às 15:30
Também tenho a minha mãe longe e sei muito bem do que falas e o que sentes. É a vida... Beijinhos


Comentar post

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Cuscar e espiolhar