Olha eu...

Frescos e fofos

Sardinhada

Antes que acabe

Uótiiii???

Ela tinha razão

Regresso à normalidade

(de)Formação

Mais calmo

Vale mesmo a pena

A mamã diz que...

Festa - Parte II

Memórias

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

todas as tags

Lilypie 6th to 18th Ticker
Lilypie 6th to 18th Ticker

Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

Sardinhada

É só para ficar aqui de memória.

Ontem fiz a primeira sardinhada da minha casa.

Convidei toda a familia, as ditas vieram directamente da Póvoa (quem tem amigos não morre na cadeia...), salada de pimentos, sangria...

Correu muito bem.

A familia em geral quer repetir.

É para coisas do género que mandei fazer uma casa grande que chegue. Para a ter cheia de gente de quem gosto!

 

Tou...: Eu gosto de estrofegas!!!


Domingo, 19 de Outubro de 2008

Antes que acabe

 

Lá na minha terrinha fazem (ou faziam) uma feira nas segundas terças-feiras de cada mês de que a minha avó Maria era cliente assídua. E só já não é porque as pernas não deixam...

Quando era pequena fui lá muitas vezes e um dos pregões/gritos das vendedoras era "Quem me acaba o resto?"

 

Ora hoje na Bimbolândia o sol lindo pareceu-me gritar toda a manhã "Quem me acaba o resto?" e eu antes que ele se acabe mesmo fiz-lhe a vontade.

 

Depois de almoço fui dar um saltinho a Trás os Montes, mais concretamente ao Parque Natural do Alvão. O F. tem a mania de Trás os Montes porque estudou na UTAD mas eu

desta vez tive de lhe dar razão. É mesmo giro! São paisagens espectaculares!

Fomos até Lamas d'Olo, que confesso pensei que fosse mais giro (porque é que puseram telhados todos iguais nas casas???), e o melhor de tudo foi ver os Piolhos especados a olhar para o pai, quando ele na maior das calmas parou o carro para deixar passar 3 vaquitas (das verdadeiras) que por ali andavam a passear. 

 

Muito melhor que passear no Shopping... mas às vezes parece que nos esquecemos.

 

Antes que o sol se acabe de vez, o melhor é aproveitar.

 

(a foto só foi retirada da net porque eu sou muito lerda e deixei a máquina em casa!)

 

Tou...: A aproveitar o solinho


Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

Uótiiii???

 

 

Anda aqui uma mãe de familia assim a dar pró preocupada porque Sua Excelência "el periodo" não aparece.

 

Vai uma gaja à farmácia, apertadinha de dar dó, fazer o teste à hora do almoço.

Engole em seco uma carrada de vezes.

 

Respira fundo do género ufffff quando é NEGATIVO.

 

Dá a noticia ao gajo dela e ele sai-se com esta 

 

-A sério? Oh... deixa lá... era mais um...  

 

Uóóóttiiii?

Será que ouvi bem?

Vou ali interná-lo e já venho..

 

 

 

 

 

 

Tou...: O meu gajo passou-se!
tags: ,


Domingo, 20 de Julho de 2008

Ela tinha razão

Detestava as ideias da minha mãe mas tenho que admitir que ela tinha razão!

 

Detestava quando, durante o Verão, ela me obrigava a fazer o almoço. Detestava ter que me levantar mais cedo para ter a mesa posta ao meio dia quando o meu pai vinha almoçar. 

Detestava quando tinha que passar tardes inteiras a passar a ferro. Detestava quando tinha que limpar a casa (menos o quarto dela e o do meu irmão) porque a empregada estava de férias. 

Achava que era uma injustiça gastar assim as minhas férias, quando as minhas amigas passavam o tempo de papo para o ar.

 

Mas a minha mãe tinha razão.

 

Tinha razão e ensinou-me que para mandar é preciso saber fazer. E que quando não há ninguem em quem mandar, arregaça-se as mangas e metem-se as mãos à obra.

 

Toda esta conversa para quê?

 

Para vos dizer que não percebo como é que uma mulher chega perto dos 30 sem saber fazer uma canja ou uma salada de jeito!!!

Não percebo como é que pode dizer que vai casar, que tem a cozinha apetrechadissima mas que não faz tenções de a usar, simplesmente porque não sabe como. Que conta ir comer todas as refeições a casa da mãe/sogra, porque lá há sempre comida.

 E na casa dela? Será que nunca vai haver refeições? Será que nunca vai haver o "espaço jantar" onde a familia se reune e que acaba por ser o momento em que estão todos juntos? 

 

Na minha casa há.

E ainda bem que há.

Devo-o à minha mãe e à sua teimosia.

 

 

Tou...: falta aqui 1 sapo à cozinheiro


Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

Regresso à normalidade

Estou a voltar à normalidade, à rotina... felizmente digo eu!

A que se deveu a minha ausencia? À ausencia do meu F. e da Titinha...

Eu explico melhor senão não percebem...

 

O meu F. foi a Fátima a pé. Fez uma promessa e teve que a cumprir. A Titinha (que trabalha cá em casa) fez o mesmo. E lá foi ela também a Fátima a pé.

 

Então cá fiquei eu, sozinhita, sem empregada e sem marido, com dois Piolhos que não estão habituados a não ter o pai em casa, a ter que me levantar às 6 e meia para tratar de tudo, com trabalho extra, com espaço a mais na cama... ou seja, lixei-me valentemente com esta história!!!!

À noite a Mia (mãe da Titinha) vinha dormir cá a casa para eu não ficar sozinha, porque a minha casa não tem vizinhos, é quase no meio do campo e eu também não tinha lata de a deixar soinha na sala e vir para o computador. No emprego também não gosto de escrever posts, porque há sempre alguem que entra no escritório e por lá ninguem sabe da existencia do Migas e eu quero que continue assim.

 

No fim de semana fui buscar o F. e a Titinha a Fátima e aproveitei para ficar para o 13 de Maio.

Quando voltei tinha imensa roupa para lavar, estava cansada de andar tanto e só hoje consegui vir aqui.

 

Ufff!!! Bendita normalidade!!!! 

Tou...: Ufffff!!!!!


Terça-feira, 8 de Abril de 2008

(de)Formação

Escrevi este post durante a tarde para partilhar convosco o meu dia. Ora então aqui vai.

 

"Hoje lá fora não brilha o sol. O dia não está lindo nem convida ao passeio. Está um dia chuvoso, com muito vento mas sinceramente está-se melhor lá fora do que aqui.

Começo a ficar muito fartinha disto. Desde que inventaram esta história da formação continua que não há descanso. Enfiam-nos numa cave, a ouvir falar, falar, falar. Todo o dia, quase sem descanso.

Os nomes dos formadores são sonantes, alguns até vão à televisão (!) mas sinceramente... não há pachorra!

Não duvido do saber das pessoas, mas o jeitinho para falar deixa muito a desejar. Quando vos escrevo isto já perdi há muito o fio à meada... esperem... o Sr. Prof. Dr. está a piar! A sério, a piar.

Piu, piu, piu... piu, piu... piiiiiiiuuuuuu

 

Acho que está a tentar imitar um aparelho qualquer. Se eu pudesse fazer o gosto ao dedo levava já uma fisgada no bico!

Ai que soninho! Já cá cantam 3 cafés e continuo com sono!

E eu que tenho tanto que fazer  lá fora. Tenho que ir trocar um toalheiro. Vocês acreditam que eu consegui comprar um toalheiro que não tinha peças suficientes para pendurar? Devia haver lá 20 embalagens e eu trouxe a que tinha defeito. É bem feito! Também estou a desancar em cima dos formadores. Foi um castigo de "prevenção".

Prevenção é uma palavra bonita. Já a devo ter ouvido 10548 vezes hoje.

Finalmente o Sr. Prof. Dr. calou-se. Ouço sinos e cânticos celestiais, a vida é bela.

Sol de pouca dura. Já aí vem outra começar a falar.

 

"Mais uma volta mais uma corrida no carrossel maravilha. Meninos metam as fichas ao segundo sinal"

 

Se chegarem a ler isto é sinal que eu não me atirei ao mar. São situações destas que fazem as pessoas que se consideram normais terem pensamentos suicidas. Ou melhor... homicidas!

Se virem no telejornal que uma pacata mãe de família matou um formador à paulada, fui eu!

Eu! Eu! Eu!" 

 

 

Mas o melhor foi chegar a casa e ver o meu F. armado em McGiver a pôr um busca polos num casquilho do candeeiro para ver se tinha corrente. Descobriu da maneira mais dificil que sim, o casquilho tinha corrente. O busca polos derreteu e fez disparar o dijuntor.

Deviam ver o Piolheco a correr "Ó pai, ó pai. A luz da sala gastou-se!" e ainda " Quando eu vou ser da tua idade (do irmão) também vou ter um quadro!" 

Tou...: ninja assassina de formadores


Terça-feira, 25 de Março de 2008

Mais calmo

Pronto, já está!

A Páscoa passou e já disse ao F. que esta história de ser Juiz da Cruz só se pode repetir no próximo milénio!

Cabe ao Juiz da Cruz estar presente nas cerimónias mais importantes da paróquia durante um ano, ir aos funerais, estar na festa do padroeiro... até aqui nada de relevo. O pior do assunto é a Páscoa! Na Páscoa o Juiz da Cruz tem que levar o compasso às casas da freguesia, tem que pagar os foguetes da festa e dar de jantar ao pessoal que anda com os compassos. Ou seja: entraram-me valentemente nos bolsos!!!

Fiz jantar para 18 homens, 14 dos quais completamente desconhecidos para mim. Felizmente tive a ajuda da minha mãe! Aliás eu já disse várias vezes que tenho uma mãe 5 estrelas...

Para variar eu acho sempre que a comida não chega. Então faço sempre mais isto e aquilo, mais um docinho e uma entradinha... para abreviar: ontem jantaram 23 pessoas, hoje almoçaram 15, jantaram 4 e ainda tenho comida para mais 4 refeições, para não mencionar o que foi para o cão. O Caramelo deve pensar que lhe saiu a sorte grande! Há quase três dias que não come ração!

Se abrisse um catering rapidamente ia à falencia...

Andei nesta azáfama toda e sinceramente a Páscoa passou-me mesmo ao lado. Só fui à missa no domingo, porque o tempo não deu mesmo para mais. Tenho saudades de ir à Vigilia de Páscoa, mas os miudos são pequenos, não aguentam tanto tempo na igreja caladinhos... pois porque aqui na Bimbolândia as crianças tenham que idade tiverem não podem dizer nada na igreja. Mas as velhas podem ir com colossais ataques de catarro crónico, tossir a missa toda que ninguem lhes diz nada... adiante... que isto dava um post novo.

Mas foi bom porque tive cá os meus pais e voltei a ter a familia toda na 2ª feira a almoçar. Só faltou o meu irmão porque torceu um pé a jogar basket e não consegue conduzir tanto tempo. Também quem lhe manda ter a mania que é atleta?!?!? Ficou no prejuízo... ah pois é!!!

Tou...: Mais uma batalha vencida


Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

Vale mesmo a pena

Vale mesmo a pena vir à terrinha e ver tanta gente! Desta vez, como não tive uma estadia telegráfica, fiz questão de ver o maior número possível de pessoas.

Vejam o que consegui:

- a mãe, o pai e a avó.

- o irmão, a cunhada e as 2 sobrinhas.

- a tia-avó e 7 primos.

- a tia, a mãe da tia, a prima e o namorado da prima (faltou o tio que não estava em casa)

- a mãe, o pai, o irmão, a avó, a tia, o tio, a prima e o primo da minha cunhada.

- a prima e as 2 filhas.

- a prima emprestada, o marido e os 2 filhos.

- uma grande amiga que não via há 5 ou 6 anos

- um amigo do tempo dos escuteiros

- 2 padres amigos

- a irmã de uma amiga da escola primária

- 4 vizinhos

- 7 pessoas que costumavam frequentar a minha paróquia de "antigamente"

 

O que dá um total, se não me engano, de 50 pessoas!!!

 

E ainda consegui falar com a Isabel, que é uma amiga minha que vive em Lisboa.

 

O meu marido só diz que não sabe como é que alguem consegue fazer conversa com tanta gente, durante tanto tempo e como é que consigo estar uma tarde inteira na tramela, mas isso é porque não é ele o desterrado, não é ele que sente que mudou de aquário.

 

Amanhã volto para casa.

Mais uma volta... mais uma corrida no carrossel maravilha...

 

 

Tou...: Com o coração muito cheio
tags: ,


Terça-feira, 26 de Junho de 2007

A mamã diz que...

Lembram-se daquela música de quando éramos piquenos " A barata diz que tem..."??? Nova versão, revista e actualizada:

 

A mamã diz que está

No descanso, no bem bom

É mentira da mamã

O colégio é que fechou

Ah ah ah

Oh oh oh

O colégio é que fechou

 

A mamã diz que descansa

Que dorme e ninguem desatina

É mentira da mamã

Levanta-se às 8 da matina

Ah ah ah

Oh oh oh

Levanta-se às 8 da matina

 

A mamã diz que não se aborrece...

 

A mamã diz que já não corre...

 

A mamã diz que já é Verão...

 

A mamã é uma ALDRABONA!!!

 

Continua tudo na mesma... como a lesma.

A única diferença é que como os piolhos estão de férias, nos podemos levantar da cama uma mísera meia hora mais tarde. E claro também não faço a viagem matinal de os ir levar ao colégio na bisga. Então há no ar aquela sensação de férias, de descanso apesar de só poder levar os meus fundos a banhos lá para Agosto.

Ontem estive a falar com a Educadora do Piolhito. Só nos disse bem dele, a mim e ao pai. Que ele é muito atento, muito INTELIGENTE (sai à mamã...), que responde sempre que lhe perguntam e bem e que aquele arzinho timido é só fachada porque quando está com pessoas conhecidas é muito descontraido. Baba, baba, baba.... resmas dela... e digam lá que não é para ficar assim?

Estou quase a voltar ao Alentejo. Vou à minha terrinha passar o S. Pedro. Também mereço... Fica aqui o aviso à navegação... tou aí no fim de semana!

E pronto... só mais um avisozinho ao gajo que me deu uma panada no retrovisor do carro... se mais alguma vez se lembrar de me deixar com o espelho pendurado e em riscos de ter que levar o carro novamente ao mecânico parto-lhe os dentes todos e aquelas coisinhas pontiagudas que tem na testa (que estes posts podem ser lidos por menores e eu não tenho dinheiro para indemnizações).

E amanhã vou ver o Shreck...

 

Tou...: BEIN...
: A barata deiz que tem...


Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

Festa - Parte II

Já tinha avisado... o Piolheco tava quase a fazer anos... foi ontem!

O miudo andou em pulgas até chegar o dia. Tinha vivido muito a festa do irmão, estava à espera da dele. Claro que houve diferenças. Achámos que, por enquanto, ainda era muito cedo para festas em casa. Ele só fez 4 aninhos e ainda tem amiguinhos mais novos. São muito pequeninos e dependentes para soltar 10 ou 12 ferinhas cá em casa. Ná! Nesta é que cá a mecas não se metia.

Fizemos como até agora tinhamos feito para o Piolhito.

Bolo, sumos e surpresasa ao lanche no Colégio. Jantar com a famelga cá em casa.

Fácil de falar...

Ele esteve o dia todo no colégio à espera do bolo... nem lanchou!!!

Como eles não sabem ler, no Colégio identificam-nos com um desenho. O Piolheco é um leão (porque será?) e como tal o bolo teve por força que ser um leão. Arranjei um Simba, em chocolate. E levei tudo o que tinha bonecos: sumos umbongo, guardanapos com tractores (vocês sabem lá a maluqueira que este gaiato tem por máquinas?!?!?), surpresas iguais aos guardanapos, smarties, chupas, livrinhos, forminhas para a praia... haja alegria!

Ele irradiava felicidade. Com um ar tão importante. " É a minha festa!"

E a vontade de bolo era tanta que marcharam logo 3 fatias!!!

 

 

Voltámos para casa.

Agora era tempo de fazer o jantar. Somos poucos, só nós... 16!!! Pouquinhos... qualquer dia abro um catering!!! Passo a vida a fazer comida para regimentos...

O que me valeu foi a ajuda da minha mãe. Podem não acreditar, mas os meus pais fizeram 800km só para estarem nos anos do neto. Muitas vezes me pergunto, se fosse ao contrário, se vivessemos no Alentejo, se os avós da Bimbolândia fariam o mesmo?...

À  noite continuou a festa, continuaram os presentes, continuou a euforia... até à meia noite!

Qundo me deitei tudo me doía... até à alma. Mas vale a pena...

 

Não acham que o melhor que lhes posso dar são momentos que se tornem recordações felizes?...

 

(e educação, que o respeitinho é muito bonito!)

 

 

PS- A festa do colégio correu às mil maravilhas!!! Com peruca e tudo! Haviam de ver o Piolhito de finalista. Até dava arrepios na espinha... um dia destes acordo e é a sério...

 

Tou...: Felitafada como há 15 dias
: Parbens a você


Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


O signo da mamã

Tic Tac

Sala de visitas

Cuscar e espiolhar

 

Online